30 de março na aviação: primeiro vôo comercial do mundo; o primeiro vôo de balão ao redor da Terra.

0 403

Em 30 de março de 1924, nasceu o astronauta americano Deke Slayton (m. 1993). Ele foi um dos astronautas "Mercury Seven" originais da NASA. Ele atuará como diretor de operações da tripulação de vôo da NASA. Deke Slayton foi responsável por todas as funções da tripulação da NASA de novembro de 1963 a março de 1972, quando recebeu permissão médica para voar como piloto na doca de testes da Apollo-Soyuz. Na hora do vôo, ele se tornou a pessoa mais velha a voar no espaço.

Deke-Slayton

Outros eventos da aviação em 30º de março.

Los Angeles Airways estabeleceu o primeiro serviço comercial do mundo.

Em 30 de março de 1962, a Los Angeles Airways estabeleceu o primeiro serviço comercial do mundo usando um helicóptero multimotor movido a turbina, o Sikorsky S-621L, que podia acomodar até 28 passageiros.

O voo 1 da American Airlines, um avião Boeing 707, caiu em Nova York.

Em 30 de março de 1962, o vôo 1 da American Airlines, um Boeing 707, caiu em Jamaica Bay, Queens, Nova York, devido a uma falha no leme, matando todos os 95 passageiros e a tripulação a bordo da aeronave.

O balão de ar quente Breitling Orbiter 3 iniciou seu primeiro vôo ao redor do mundo.

Em 30 de março de 1999, o balão de ar quente Breitling Orbiter 3, com os pilotos Bertrand Piccard e Brian Jones, iniciou seu primeiro vôo ao redor do mundo. Eles vão completar o vôo no dia 19 de março, estabelecendo um novo recorde de distância para qualquer tipo de aeronave, 40.804 km (25.360 milhas), sendo o vôo realizado em 19 dias, 21 horas e 47 minutos.

Lançamento do ônibus espacial Columbia STS-109.

Em 30 de março de 2002, o ônibus espacial Columbia STS-109 foi lançado às 11:22:02 UTC. Os destaques da missão foram o serviço do Telescópio Espacial Hubble, mas também a última missão bem-sucedida para Columbia antes do STS-107.

Um Boeing 737–200 foi danificado ao deixar a pista ao pousar no aeroporto de Mwanza.

Em 30 de março de 2010, o voo 100 da Air Tanzania, um Boeing 737–200 (5H-MVZ), sofreu danos substanciais ao deixar a pista ao pousar no Aeroporto de Mwanza quando a roda dianteira quebrou. Um dos motores também foi danificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.