Bélgica abre mão da classificação de países por cor e elimina exigência de testagem e quarentena para vacinados!

0 619

Os passageiros que apresentarem um certificado de vacinação completo, comprovativo de recuperação ou resultado de teste negativo poderão entrar na Bélgica, ficando isentos dos requisitos de testes adicionais.

A medida foi aprovada na Conferência Interministerial de Saúde, na qual foi introduzido um novo regulamento de viagens.

A partir de hoje, 18 de fevereiro, tanto os residentes quanto os viajantes internacionais que apresentem um dos certificados acima mencionados não precisam mais fazer o teste no primeiro ou no sétimo dia, como antes. Além disso, o requisito de quarentena expirou.

Além disso, os residentes belgas que não podem apresentar um certificado de vacinação, recuperação ou teste e que vêm de países epidemiologicamente inseguros devem ser submetidos a um teste rápido de antígeno ou PCR dentro de 24 horas após a chegada. Esta regra se aplica a países em vermelho escuro na União Europeia e países terceiros fora da lista de permissões da UE.

"O código de cores do país de origem não é mais levado em consideração para os viajantes que chegam. As pessoas que não têm a sua residência principal na Bélgica e que viajam para o nosso país a partir da UE / Schengen ou de países terceiros devem agora possuir um certificado válido de vacinação, teste ou recuperação. ' declarou a autoridade de inteligência oficial belga sobre a situação do COVID-19.

Em conformidade com a Recomendação (UE) 2022/107 do Conselho e tendo em conta a evolução da propagação global do omicron, as autoridades belgas decidiram sobre as seguintes medidas:

  • O certificado de vacinação é válido por 270 dias no caso de vacinação com esquema básico e no caso de reforço tem validade ilimitada.
  • O certificado de teste será válido por 24 horas para um teste rápido de antígeno (RAT - somente aprovado pela UE será aceito) e 72 horas para testes de PCR.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.