A Dinamarca removeu a Grécia da lista de países considerados seguros

0 106

Avião atrasado? Voo cancelado? >>Reivindicar compensação agora<< para o vôo
atrasado ou cancelado! Você pode ganhar até € 600!

Os cidadãos gregos que desejam entrar na Dinamarca terão de cumprir as restrições de viagem porque o Ministério dos Negócios Estrangeiros dinamarquês transferiu a Grécia da lista verde para a lista amarela. Tal decisão significa que a República Helênica deixou de fazer parte da lista dos países considerados totalmente seguros, com base na sua situação epidemiológica.

De acordo com o mesmo anúncio, junto com a Grécia, Luxemburgo e Holanda, mas também regiões da Espanha (Galiza, Castilla-La Mancha e Melilla) foram movidos para a lista amarela. “Ao regressar de um dos países da lista amarela, os passageiros que não apresentarem um certificado de vacinação ou comprovativo de ter contraído a doença terão de se submeter a um teste PCR após entrarem em território dinamarquês”. Ministério dinamarquês de Relações Exteriores também moveu a Ucrânia para a lista amarela depois de analisar a situação epidemiológica do país.

No entanto, o seguinte partes da Grécia permanecem na lista verde: Macedônia Oriental e Trácia, as ilhas do Mar Egeu do Norte, Macedônia Central, Macedônia Ocidental, Grécia Ocidental, Ilhas Jônicas, Grécia Central e Peloponeso.

A Dinamarca retirou a Grécia da lista de países seguros devido à situação epidemiológica em certas áreas da República Helénica.

Numa tentativa de impedir a propagação do vírus, em particular da variante Delta, as autoridades dinamarquesas estão a pedir aos viajantes que realizem testes de PCR em vez de testes rápidos de antigénios à entrada na Dinamarca. Crianças menores de 16 anos estão excluídas de tal decisão.

Viagem de Letônia e Guiana Francesa deve cumprir os requisitos de entrada ao planejar visitar a Dinamarca, já que ambos os territórios são lista laranja de países com países com médio risco epidemiológico. Todos os territórios incluídos na categoria laranja estão sujeitos a restrições de entrada mais rígidas.

No que me diz respeito lista laranja, inclui os seguintes países fora da União Europeia e do espaço Schengen: Ruanda, Tailândia, Brasil, Chile, Paraguai, Uruguai, Bangladesh, Índia e Nepal

Pe lista Vermelha, que inclui países gravemente afetados pela doença, estão atualmente em Cuba, Líbia, Malásia, Tunísia e Irã. Além disso, as autoridades dinamarquesas esclareceram que as seguintes regiões estarão na lista vermelha: o Reino Unido (West Midlands, East Midlands, South West, South East, Londres e East of England, bem como a Irlanda do Norte, ou seja, todo o Reino Unido, exceto o País de Gales.

De acordo com estatísticas publicadas pela Organização Mundial de Saúde, a Dinamarca registrou um total de 306.100 casos de COVID-19 e 2.542 mortes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.