Alemanha vai proibir viagens de Portugal e da Rússia por causa da nova cepa "Delta" do Deltaavirus

0 328

A partir de 29 de junho, a Alemanha vai proibir viagens de Portugal e da Rússia, devido ao grande número de casos registados com a nova variante "delta", detectados nos dois países.

O Instituto Alemão Robert Koch, órgão do governo federal alemão e instituto de pesquisa responsável pelo controle e prevenção de doenças, divulgou nesta sexta-feira, 25 de junho, a nova lista de países com a nova variante COVID-19, incluindo Rússia e Portugal nessa lista.

Com exceção dos cidadãos e residentes alemães, todas as outras pessoas não poderão viajar de Portugal e da Rússia para a Alemanha.

Cidadãos alemães e residentes que chegarem à Alemanha a partir de 29 de junho estarão sujeitos a uma semana de quarentena, independentemente de terem sido vacinados contra o vírus ou testados negativos. A opção de encerrar a quarentena mais cedo com um teste negativo não está disponível para esses viajantes. De acordo com o Instituto Robert Koch, a variante Delta deve se tornar a cepa dominante na Alemanha no outono.

A Alemanha atualmente proíbe viagens dos seguintes países, que são considerados de alto risco epidemiológico devido ao COVID-19: Botsuana; Brasil; eSwatini; Índia; Lesoto; Malawi; Moçambique; Namíbia; Nepal; Portugal; A Federação Russa; Zâmbia; Zimbábue; África do Sul; Uruguai; Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte e todos os territórios ultramarinos britânicos.

Vários outros países foram removidos da lista de áreas de risco, incluindo Dinamarca, Letônia, Luxemburgo, Eslovênia e Holanda. A região croata de Varaždin já não é considerada uma área de risco, como toda a Suécia, com exceção das províncias de Kronoberg, Norrbotten e Värmland.

Desde 25 de junho de 2021, a Alemanha permite que viajantes vacinados de países terceiros viajem para fins não essenciais, como turismo e visitas a amigos e familiares, se tiverem decorrido duas semanas desde a vacinação completa.

Anteriormente, em 20 de junho, viajantes dos Estados Unidos, Taiwan, Hong Kong, Macau, Albânia, Sérvia, Macedônia do Norte e Líbano foram autorizados a entrar na Alemanha, independentemente de seu status de vacinação, depois que o governo decidiu incluir esses países na lista. de países terceiros considerados seguros, por recomendação do Conselho da UE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.