A IATA criticou duramente o aeroporto de Amsterdã por pedir às companhias aéreas que cancelem voos

0 602

A IATA, a organização guarda-chuva das companhias aéreas, chama isso de "ultrajante". Aeroporto de Amsterdam Schiphol pediu às companhias aéreas que cancelem voos neste fim de semana devido ao congestionamento.

A IATA diz que entende a situação que Schiphol atravessa e que sofre com a falta de pessoal, mas indica que as transportadoras aéreas não pagam em vão as taxas aeroportuárias. "Não apoiamos a solicitação de Schiphol de cancelar reservas para passageiros que desejam viajarA IATA disse em uma carta ao aeroporto. "Os passageiros reservam voos com semanas ou meses de antecedência. Alguns deles terão que cancelar seus planos de férias. Não é apenas um bilhete. É sobre toda a jornada."

A organização salienta que os cancelamentos de voos a pedido do Aeroporto de Schiphol não podem ser descritos como "força maior". Isso pode ter consequências financeiras importantes para as companhias aéreas que atendem a essa solicitação. Portanto, várias transportadoras indicaram que não cancelarão voos. A Corendon e a TUI tentaram transferir alguns voos para outros aeroportos, e a easyJet indicou que não cancelará voos. Em vez de, A KLM concordou com o pedido e cancelou 80 voos este fim de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.