A Grécia abre suas fronteiras aos turistas da UE e 11 países terceiros, a partir de 19 de abril!

0 4.945

A partir de hoje, a Grécia deseja "bem-vindo!" todos os turistas da União Europeia e de países terceiros Nova Zelândia, Austrália, Coreia do Sul, Tailândia, Ruanda, Singapura, EUA, Reino Unido, Israel, Sérvia e Emirados Árabes Unidos. O acesso é permitido sem quarentena.

A Grécia está abrindo gradualmente suas fronteiras de uma forma segura e viável. A primeira etapa, a partir de 19 de abril, apresenta algumas limitações em relação à inauguração geral prevista para 14 de maio.

Assim, quem pretende viajar para a Grécia, a partir de hoje, deve cumprir os seguintes requisitos:

  • Teste de PCR negativo realizado no máximo 72 horas antes da entrada na Grécia. As informações essenciais também devem estar em inglês. É uma medida obrigatória para todos os turistas (incluindo crianças com mais de 5 anos), independentemente da situação epidemiológica do país de partida.
  • Os vacinados com as duas doses, conforme o caso, e já decorridos 14 dias do reforço, podem viajar para a Grécia com base no certificado de vacinação (com informação e em inglês), sem necessidade de teste. A Grécia reconhece as seguintes vacinas: Pfizer BioNtech, Moderna, Astra Zeneca / Oxford, Novavax, Johnson + Johnson / Janssen, Sinovac Biotech, Gamaleya (Sputnik), Cansino Biologics, Sinopharm.
  • Todos os passageiros que chegam à Grécia, independentemente do certificado que possuam, podem ser submetidos a um exame de saúde por seleção aleatória. Se selecionado, a verificação é necessária. Caso contrário, sua entrada na Grécia pode ser recusada. A seleção é baseada no sistema EVA utilizado no verão de 2020. O controle consiste em teste rápido com teste de antígeno COVID-19. Se o teste for positivo, o turista e os parceiros de viagem serão transportados para um hotel de quarentena onde será realizado outro teste, desta vez do tipo PCR, para confirmar ou negar o teste. Se o teste de PCR também for positivo, a quarentena será de 10 dias, e outros testes serão realizados. Os custos de acomodação serão suportados pelo estado grego.
  • Cada turista deve preencher o PLF (Formulário de Localização do Passageiro) até às 23h59 do dia anterior à viagem para a Grécia.

O acesso à Grécia não está condicionado à vacinação

A Grécia gostaria de referir que o acesso ao país não está condicionado ao certificado de vacinação, apenas o certificado de vacinação válido pode facilitar muito as formalidades à chegada. No entanto, em nenhum caso o certificado de vacinação ou o certificado de anticorpos podem ser considerados um "passaporte".

Os passageiros estão autorizados a entrar no país através de 9 aeroportos (Atenas, Salónica, Heraklion, Corfu, Rodes, Kos, Chania, Mykonos, Santorini). Aqueles que optam por viajar por terra podem entrar na Grécia pelas fronteiras de Promachonas e Nymphaio.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.