Grécia está acelerando o processo de vacinação para abrir a temporada turística

0 501

O Ministro do Desenvolvimento e Investimento da Grécia, Adonis Georgiadis, expressou confiança na evolução da pandemia na Grécia, bem como no programa de vacinação. Segundo o ministro, era lógico ter medo e preocupação com a situação da COVID-19, pois ninguém sabe quando vai acabar. No entanto, ele parecia otimista de que a situação atual do país melhorará nas próximas duas semanas, informa SchengenVisaInfo.com.

Grécia está acelerando o processo de vacinação

Georgiadis, entre outras coisas, mencionou que o país estará preparado para a temporada turística, que será inaugurada oficialmente no dia 14 de maio, porque acelerou a vacinação dos trabalhadores de alguns setores, inclusive o turístico.

No início desta semana, as autoridades gregas reabriram suas portas para turistas da União Europeia, área Schengen, Reino Unido, Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos, Israel, Sérvia, bem como aqueles que viajam da Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça .

Os cidadãos dos países acima mencionados estão autorizados a entrar na Grécia sem estarem sujeitos às regras de quarentena apenas se possuírem um certificado de vacinação ou tiverem um resultado negativo do teste COVID-19, não mais de 72 horas após a entrada no país.

No entanto, as pessoas provenientes dos territórios não mencionados acima devem esperar até 14 de maio para poderem viajar para a Grécia sem serem colocadas em quarentena, mesmo que obtenham um documento de vacinação ou um resultado de teste negativo não superior a 72 horas antes de viajar.

A Grécia foi um dos primeiros países a pedir à União Europeia para introduzir um certificado verde digital na Europa para todas as pessoas que foram vacinadas contra COVID-19. Seu papel é facilitar o processo de viagens e revitalizar o setor de turismo no verão.

A Grécia também está entre os primeiros países a emitir tais documentos para pessoas que foram inoculadas com duas doses de qualquer vacina considerada válida. O ministro grego do Turismo, Haris Theoharis, já havia apresentado um plano de ação de quatro pontos por meio do qual o setor do turismo poderia começar a se recuperar da situação devastadora causada pelo vírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.