Noruega fechará fronteiras e portos para caminhões e navios russos em 7 de maio

0 666

A partir do próximo sábado, 7 de maio, a Noruega imporá a proibição de caminhões e navios russos como parte das sanções contra a Federação Russa por sua invasão e agressão militar na Ucrânia.

A decisão foi anunciada em 27 de abril pelo ministro das Relações Exteriores da Noruega, Anniken Huitfeldt, em um comunicado de imprensa emitido pelo ministério. Ao anunciar a medida, o ministro Huitfeldt disse que as sanções contra a Rússia são o meio de pressão mais importante, dizendo que é crucial que a Noruega esteja com os países da UE em seus esforços para enfraquecer a capacidade da Rússia de financiar a guerra.

"Sabemos que as sanções funcionam melhor quando muitos países concordam com elas. Com esta decisão, estamos a implementar o quinto e último pacote de sanções da UE"O ministro disse.

Segundo o ministério, a partir do próximo sábado, os navios de bandeira russa serão proibidos em todos os portos da Noruega continental. Todos os navios mercantes, iates e algumas embarcações de recreio serão proibidos.

Estão isentos desta proibição as embarcações de pesca, que continuarão a poder ir para os estaleiros, bem como as embarcações de salvamento ou de investigação. Segundo o ministro Skjæran, a razão pela qual os navios de pesca foram isentos da proibição é porque a Noruega quer proteger a cooperação no campo da pesca no Mar de Barents e a cooperação operacional bilateral de busca e salvamento.

A Noruega impôs outras sanções à Federação Russa, alinhando sua política com a da UE, incluindo:

  • Extensão da lista de mercadorias sujeitas a controle de exportação
  • Impor restrições às importações de carvão da Rússia e outros bens que são importantes fontes de receita para a Rússia, como combustível para aeronaves
  • Proibição de apoio a órgãos públicos russos e empresas estatais/controladas, incluindo a mídia
  • Reforçar a proibição de receber depósitos do povo russo, etc.
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.