United Airlines vai demitir 593 funcionários não vacinados

0 375

A United Airlines, que pediu que todos os seus funcionários nos EUA fossem vacinados desde agosto, vai despedir 593 funcionários não vacinados. A United Airlines deu a eles cerca de dois meses para serem imunizados contra a Covid-19. 

A companhia aérea está se preparando para demitir 593 pessoas que não forneceram comprovante de vacinação. No início de agosto, a empresa solicitou a vacinação dos 67.000 mil funcionários dos Estados Unidos, obrigação já em vigor desde janeiro, quando as vacinas foram disponibilizadas ao público.

O CEO Scott Kirby e o oficial de relações públicas Brett Hart disseram em uma mensagem: "Foi uma decisão incrivelmente difícil, mas a segurança da equipe sempre foi nossa prioridade. Para os empregados não vacinados, a empresa dará início ao processo de demissão, conforme procedimento negociado com os sindicatos.".

Menos de 3% dos empregados envolvidos, ou quase 2.000 pessoas, solicitaram a isenção da vacinação obrigatória por motivos médicos ou religiosos. Dos que não pediram nada, 99% foram vacinados. De acordo com a Federal Law Enforcement Agency (EEOC), os empregadores têm o direito de impor a vacina aos funcionários que vão trabalhar, exceto por razões médicas ou religiosas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.