As multas por PLF serão canceladas e o dinheiro será devolvido!

0 269

As coimas aplicadas por incumprimento da obrigação de preenchimento do formulário digital (PLF) de entrada na Roménia deixarão de ser aplicadas, devendo as que tiverem sido pagas serem devolvidas às pessoas multadas, a seu pedido expresso. As multas aplicadas por não preencher o formulário foram inicialmente entre 2.000-3.000 lei. Em seguida, o Governo reduziu o limite mínimo da multa para 500 lei. A medida foi adotada pelos parlamentares.

Vamos relembrar um pouco como foi com o circo PLF Romênia. No contexto do surgimento e expansão da nova estirpe Omicron da Covid-19, o Governo impôs, a partir de 20 de dezembro, a utilização do formulário de entrada digital na Roménia para absolutamente todas as pessoas, tanto estrangeiros como cidadãos romenos, que entrem no país por via aérea, marítima ou terrestre.

Embora o projeto de portaria de emergência no formulário preveja uma multa de 5.000 lei para quem não fornecer os dados solicitados, o governo decidiu no ano passado que a multa será entre 2.000 - 3.000 lei. Posteriormente, o Governo estabeleceu o nível da multa entre 500-3.000 lei.

O problema foi quando as pessoas começaram a ser bombardeadas com multas por PLF, embora muitas delas tenham cumprido a exigência das autoridades de preencher esse formulário. As autoridades aceitaram a ideia de que muitos dos dados não chegaram ao DSP devido a um erro técnico ou a um problema burocrático.

Havia problemas entre os trabalhadores transfronteiriços, entre as tripulações de voo, entre os marinheiros e assim por diante. Eles tiveram que preencher o formulário para cada retorno ao país, o que não aconteceu e resultou em várias multas de mais de 2000 lei.

Assim, o projeto estipula que as multas de contravenção aplicadas com base na portaria que implementa o formulário de entrada digital na Roménia (PLF), não pagas até à data de entrada em vigor da nova lei, não sejam pagas. Paralelamente, as quantias em dinheiro que foram pagas "são devolvidas a pedido, aos infractores, no prazo de 60 dias a contar da data do pedido", informa lucro.ro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.