As autoridades gregas estão impondo um teste COVID-19 negativo a todos aqueles que desejam entrar na Grécia na passagem de fronteira de Promachonas.

2 3.288

Nas últimas 24 horas, 29 pessoas que entraram na Grécia foram detectadas com o COVID-19. O que levou a uma reunião de emergência das autoridades gregas. Os gregos ficaram assustados com o crescente número de novos casos de COVID-19 detectados nos que cruzavam sua fronteira.

Após esta reunião, novas medidas de viagem foram estabelecidas. É assim que, a partir de 14 de julho (06:00), todos aqueles que entram na Grécia no ponto de atrito Promachonas deve apresentar um relatório de teste que ateste o resultado negativo do COVID-19. O teste PCV do COVID-19 é aceito, feito até 72 horas antes de entrar na Grécia.

No momento, nada é mencionado se o teste deve ser realizado por quem viaja de avião. É possível que apenas a medida de fronteira terrestre seja adotada, porque nos costumes terrestres é mais complicado testar todos.

Em seguida, o Formulário de localização do passageiro (PLF) deve ser preenchido. O tempo mínimo para concluir o PLF é limitado a 24 horas antes de chegar à Grécia. E, obviamente, o código QR obtido após o preenchimento desse formulário deve ser apresentado.

Ao mesmo tempo, as autoridades de Atenas mencionaram que aumentarão o número de controles em todo o país. Será verificado se os protocolos e medidas de saúde necessárias para interromper a disseminação do novo coronavírus estão sendo seguidos.

INFO: Skai TV

Voltaremos com informações!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.