Os caças escoltaram outro avião da RYANAIR, pela terceira vez em 3 meses.

Os caças escoltaram outro avião da RYANAIR, pela terceira vez em 3 meses.

0 72.485

Em 30 de agosto, os aviões Typhoon da Royal Air Force (RAF) escoltaram um avião RYANAIR. Ela opera o voo FR7364, na rota Viena (VIE), Áustria - Londres (STN), Reino Unido.

Durante o voo, a tripulação de cabine recebeu um alerta sobre uma possível violação de segurança. Dois itens suspeitos foram encontrados no banheiro da aeronave.

Os pilotos anunciaram no solo e 2 aeronaves Typhoon da Royal Air Force (RAF), lançadas da base da RAF em Coningsby, escoltaram a aeronave Airbus A320 (registrada OE-LMB) até o pouso. De acordo com um dos passageiros, após o pouso, a aeronave foi rebocada para uma parte isolada do aeroporto, antes que agentes antiterroristas a cercassem.

A polícia prendeu 2 homens, um homem de 34 anos do Kuwait e um homem de 48 anos da Itália, sob suspeita de um possível ato terrorista. Dois objetos suspeitos também foram retirados da aeronave junto com os suspeitos. A polícia local está investigando o incidente. Nenhum ferimento foi relatado.

O novo incidente marca a 3ª intercepção e escolta de um avião da Ryanair em 2 meses, sendo o motivo o mesmo - ameaça de bomba.

Em 17 de agosto de 2020, um Boeing 737, registrado EI-EKD, estava voando FR1392 do Aeroporto Stansted de Londres (STN), Reino Unido, para o Aeroporto Gardermoen de Oslo (OSL), Noruega, quando uma ameaça de bomba foi declarada. Os caças F-16 da Royal Air Force da Dinamarca tiveram que escoltar a aeronave.

Da mesma forma, em 14 de julho de 2020, O voo FR1902 da Ryanair foi desviado para o Aeroporto Stansted de Londres (STN) após uma ameaça de bomba a bordo. O avião foi escoltado por dois caças RAF Eurofighter Typhoon.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.