Como nos proteger da onda de calor! O que fazer durante a onda de calor!

0 157

Hoje em dia, A Romênia está sob ataque da onda de calor. As temperaturas podem até chegar a 41 graus em alguns lugares. O índice de conforto ultrapassou 80 unidades em muitas regiões do país, mesmo em Bucareste. Os efeitos do aumento das temperaturas e do calor extremo levam a muitas doenças e mortes a cada ano.

Para muitas pessoas, o clima quente é um momento para atividades ao ar livre repletas de diversão. No entanto, as atividades ao ar livre não são recomendadas durante os períodos de calor, quando as temperaturas são excessivamente altas. Existem muitas recomendações das autoridades para protegê-lo das ondas de calor.

Recomendações do Ministério da Saúde, em dias quentes, para a população em geral

  • Evite, tanto quanto possível, a exposição prolongada ao sol entre as 11h e as 18h;
  • Se você tiver ar condicionado, ajuste o aparelho para que a temperatura fique 5 graus abaixo da temperatura ambiente da casa;
  • Os ventiladores não devem ser usados ​​se a temperatura do ar ultrapassar 32 graus Celsius;
  • Caso não tenha ar condicionado em casa ou no trabalho, é recomendável ficar de 2 a 3 horas em espaços mais frescos;
  • Se você sair, use chapéus de sol, roupas de cores claras feitas de fibras naturais (linho, cânhamo);
  • Durante o dia recomenda-se tomar banhos mornos, sem se secar;
  • Beba entre 2-4 litros de líquidos diariamente, sem esperar que a sensação de sede apareça. Durante os períodos de ondas de calor é recomendado beber um copo de água (ou equivalente) a cada 15-20 minutos, talvez 30 minutos, dependendo da atividade realizada.
  • Não consuma bebidas alcoólicas (incluindo cerveja ou vinho) porque promovem a desidratação e reduzem a capacidade do organismo de combater o calor;
  • Evite bebidas com alto teor de cafeína (café, chá, cola) ou açúcar (refrigerantes carbonatados) porque são diuréticos;
  • Consuma frutas e vegetais frescos (melão, melão vermelho, pepino, tomate) porque contêm uma grande quantidade de água;
  • Uma dose de iogurte produz a mesma hidratação que um copo de água;
  • Evite atividades ao ar livre que exijam alto consumo de energia (esportes, jardinagem, capina, etc.).

Durante os períodos de calor, é recomendável cuidar das pessoas dependentes de você (crianças, idosos, pessoas com deficiência) oferecendo-lhes regularmente líquidos, mesmo que não peçam. Evite deixar animais de estimação e crianças em veículos estacionados.

Se estivermos expostos a temperaturas quentes, é bom saber como reagimos e tomar as medidas necessárias para voltar a um estado melhor:

  • Edema das mãos e pés, que desaparecem após 1-2 dias após a cessação da exposição ao calor;
  • As cãibras musculares são contrações involuntárias que dão a sensação de dor aguda. Eles freqüentemente aparecem no abdômen, braços, pernas.
  • A insolação ocorre em pessoas expostas diretamente ao sol por um longo período de tempo e se manifesta por dores de cabeça, sonolência, tontura, temperatura.
  • Sudorese excessiva, tontura, fadiga, náusea, sede intensa, dor de cabeça, sensação de falta de ar, batimentos cardíacos intensos;
  • A síncope de calor (tontura) ocorre como resultado do fluxo sanguíneo insuficiente para o cérebro, especialmente ao passar de uma posição sentada para uma posição elevada;
  • A hiperpirexia (temperatura corporal superior a 41 graus) é a complicação mais grave da exposição a ondas de calor. Está associada à perda total ou parcial da consciência, pulso rápido, sensação de falta de ar e requer intervenção médica imediata. Mais informações sobre bioclinica.ro

Em conclusão, cuide-se e proteja-se do calor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.