Coronavírus: 300 aeronaves da Delta Air Lines permanecem no solo. 40% dos voos serão cancelados.

Coronavírus: 300 aeronaves da Delta Air Lines permanecem no solo. 40% dos voos serão cancelados.

0 225

Na sexta-feira, 13 de março de 2020, a Delta Air Lines anunciou que reduziria a capacidade de transporte, cancelaria até 40% dos voos e manteria a distância ao solo de até 300 aeronaves.

No contexto atual da epidemia com o novo Coronavírus, mas também devido ao estado de emergência estabelecido nos Estados Unidos, as companhias aéreas são obrigadas a reduzir o número de vôos, fechar rotas e manter centenas de aviões em terra.

A Delta Air Lines terá 300 aeronaves no chão

A Delta Air lines é uma das companhias aéreas afetadas as maiores companhias aéreas do mundo. A empresa anunciou que cancelará todos os voos para a Europa por 30 dias, com exceção dos voos para Londres. E ajustará seu programa operacional de acordo com a demanda existente. Reduzir a capacidade de transporte e cancelar até 40% dos voos resultará no estacionamento de 300 aeronaves.

O CEO Ed Bastian mencionou que não receberá o salário pelos próximos 6 meses. E a Delta Air Lines precisa de apoio do governo. Ele reconhece que a situação piorou dia após dia. A demanda caiu drasticamente e os passageiros dos bilhetes desejam cancelar futuras viagens.

Uma situação cada vez mais séria. O surto de coronavírus está se espalhando e a aviação comercial global é cada vez mais afetada. Espero que chegue o momento em que as coisas voltarão ao normal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.