Coronavírus: a Brussels Airlines repatriou 9500 belgas de 14 países. Veja quantos voos serão operados!

Coronavírus: a Brussels Airlines repatriou 9500 belgas de 14 países. Veja quantos voos serão operados!

0 152
Avião atrasado? Voo cancelado? >>Reivindicar compensação agora<<para voo atrasado ou cancelado. Você pode ter direito a até € 600.

Em meio à pandemia do COVID-19, os países europeus fecharam suas fronteiras e bloquearam o acesso de cidadãos estrangeiros. Essas medidas levaram ao cancelamento dos voos. Assim, milhares de pessoas, principalmente turistas, ficaram presas em diferentes cantos do mundo. A Bélgica tem 9500 cidadãos bloqueados em 14 países.

A Brussels Airlines anunciou que está suspendendo temporariamente as operações comerciais, entre 21 de março e 19 de abril, mas operará 56 vôos de repatriamento para levar para casa todos os cidadãos belgas presos e tripulações da empresa. A operação foi iniciada em 18 de março. Os quatro primeiros vôos foram operados a partir de Agadir e Marrakech, Marrocos, cada um transportando 4 passageiros.

Brussels Airlines repatria 9500 belgas de 14 países

A Brussels Airlines manterá algumas aeronaves para operações especiais realizadas em colaboração com o Ministério das Relações Exteriores da Bélgica. Atualmente, 56 vôos de resgate estão planejados para trazer 9.500 belgas de 14 países para Bruxelas, incluindo Gâmbia, Marrocos, Espanha e Portugal.

A Brussels Airlines agradece à tripulação da tripulação (comissários de bordo e pilotos) pelo voluntariado para matar esses vôos especiais em tempos difíceis, possibilitando levar os passageiros belgas para casa.

Todos os belgas, que estão atualmente no exterior e pretendem retornar à Bélgica, são convidados a se inscrever em o site do Ministério das Relações Exteriores.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.