A EASA autorizou a aeronave Boeing 737 MAX para voos comerciais

0 194

O novo Boeing 737 MAX, modelo que incorpora diversos upgrades de segurança, foi autorizado a retomar voos na Europa. O anúncio foi feito pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação.

A decisão surge cerca de 2 anos após o bloqueio deste modelo no terreno, devido ao envolvimento em 2 acidentes que resultaram em dezenas de mortos.

Os aviões Boeing 737 MAX foram detidos em solo em março de 2019 após a queda de um avião 737 MAX Lion Air perto de Jacarta, em 29 de outubro de 2018, e de um avião 737 MAX Ethiopian Airlines, em 10 de março de 2019, matando um total de 346 pessoas.

Os investigadores determinaram que a principal causa dos acidentes foi um sistema de computador com defeito que empurrou o focinho do avião para baixo e não pôde ser controlado pelos pilotos.

As alterações necessárias para a EASA incluem um pacote de atualização de software, um redesenho do sistema de energia, verificações de manutenção, atualizações do manual operacional e novos programas de treinamento da tripulação.

A decisão da EASA vem semanas após a aprovação da FAA. As novas aeronaves 737 MAX também receberam voos gratuitos no Canadá e no Brasil. Do início de dezembro até agora, as aeronaves 737 MAX operaram mais de 1000 voos sem incidentes.

Resta saber quais companhias aéreas europeias irão programar voos com as novas aeronaves 737 MAX. LOT Polish Airlines, Turkish Airlines e Norwegian, entre os operadores aéreos europeus com 737 MAX em frotas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.