IATA apela aos governos para suspender as restrições de viagens

0 1.608

A International Air Transport Association (IATA) instou os governos a suspender as proibições de viagens impostas pela variante Omicron do coronavírus.

Desde que a variante Omicron começou a se espalhar para outros países, os governos reintroduziram medidas de precaução, como proibições de viagens, para impedir a propagação da cepa Omicron. Contudo, tais medidas são criticadas por muitas organizações e autoridades por não influenciarem as taxas de transmissão e infecção.

Recentemente, a Organização Mundial da Saúde pediu aos governos que encontrassem formas alternativas de combater o coronavírus e suas novas cepas, em vez de impor proibições e outras restrições a viagens.

“A proibição geral de viagens não evitará a propagação internacional e é um fardo pesado para a sociedade. Além disso, eles podem ter um impacto negativo nos esforços globais de saúde durante uma pandemia, desencorajando os países a relatar e compartilhar dados epidemiológicos e de sequenciamento. " mostra no comunicado publicado pela Organização Mundial da Saúde.

Além disso, a OMS destacou que todos os países devem assegurar que as medidas sejam mantidas em dia, levando em consideração a situação epidemiológica em outros territórios. A IATA exortou os governos mundiais a seguir o apelo da OMS e suspender as proibições de viagens.

“Depois de quase dois anos com o novo coronavírus, sabemos muito sobre o vírus e a incapacidade das restrições de viagens para controlar a propagação. Mas a descoberta da variante Omicron induziu amnésia instantânea em governos que implementaram restrições em seus joelhos, totalmente em violação ao conselho da OMS ", disse ele. Willie Walsh, Diretor Geral da IATA.

A associação pediu aos governos que reconsiderassem todas as medidas necessárias para impedir a propagação do vírus. A IATA sublinhou que é inaceitável e que as decisões precipitadas têm causado medo e incerteza entre os viajantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.