Malta muda as regras de entrada no país para os não vacinados: quarentena!

0 373

Seguindo o sinal da Comissão Europeia, Malta decidiu alterar a disposição que proíbe o acesso de pessoas não vacinadas ao país. Assim, a partir de hoje, quem não tiver um esquema de vacinação completo ou não estiver vacinado poderá entrar em Malta, mas ficará em quarentena.

O governo maltês anunciou que os não imunizados irão deve cumprir com a quarentena de cuja duração não é mencionada, embora o período obrigatório de auto-isolamento para quem chega de países classificados como “vermelhos” já esteja fixado em 14 dias.

O novo regulamento também exclui crianças com menos de 12 anos e aquelas que não podem receber a vacina por motivos médicos. Em vez disso, você deve apresentar um teste PCR negativo até 72 horas antes da chegada.

Após um forte aumento no número de casos COVID-19, o governo maltês disse na sexta-feira passada que, a partir de 14 de julho todos os viajantes que chegam a Malta devem apresentar um certificado de vacinação COVID-19 com uma vacina autorizada. Na sequência deste anúncio, a Comissão Europeia pediu a Malta que explicasse a decisão no contexto em que a UE já estabeleceu as regras para o certificado digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.