Medidas no domínio do transporte aéreo propostas pelo Ministério dos Transportes, Infra-estruturas e Comunicações.

2 2.840

Durante esse período, as instituições estaduais apresentam e propõem todos os tipos de medidas para a prevenção e controle do vírus SARS-CoV-2, medidas aplicáveis ​​após o levantamento do estado de emergência, a partir de 15 de maio de 2020. Informei sobre as propostas do Ministério Assuntos Internos e como vôos podem ser suspensos após 15 de maio.



Mas vejamos também as propostas do Ministério dos Transportes, Infraestrutura e Comunicações, especialmente as medidas propostas no campo do transporte aéreo. Abaixo está o texto no site mt.ro!

TRANSPORTE AÉREO - COMPANHIA AEROPORTO NACIONAL DE BUCARESTE

  1. Medidas para reprogramar as corridas e o procedimento operacional

▪ Para evitar congestionamentos e - implicitamente - respeitar a distância de 1 m entre os passageiros, voos para decolar de AIHCB, as companhias aéreas / agências de manuseio informarão passageiros a chegar ao aeroporto três horas antes da hora de partida programada.

Para garantir a distância de proteção entre as pessoas, tanto as vias de movimentação de pessoas quanto os estacionamentos temporários em áreas irrestritas serão reconfigurados. É feita referência aqui aos estacionamentos públicos em frente aos terminais de passageiros, às plataformas na entrada dos terminais de passageiros, às salas de espera dentro dos terminais de passageiros, aos balcões de check-in (check-in, emissão de bilhetes), às áreas de alimentação pública (restaurantes, bares, cafés), nos gabinetes de informação e na sala de espera. Isso é necessário para realizar o controle de acesso mediante apresentação do cartão de embarque ou documento equivalente.

No estacionamento em frente ao Terminal de Partidas será organizado um espaço (aproximadamente 1200 m²) onde serão colocadas 6 tendas (com dimensões de 20m x 10m) destinadas ao agrupamento de passageiros, antes do acesso ao terminal. As tendas serão equipadas com cadeiras, sistema de exibição de voo, fornecedores de sucos / lanches, etc.

▪ Todos os passageiros que chegarem ao AIHCB serão direcionados para a área de triagem localizada no estacionamento do Terminal de Partidas.

▪ Os passageiros serão agrupados em tendas para voos que podem ser servidos simultaneamente e que não podem entrar no terminal devido a medidas de distância social.

▪ Para impedir o acesso aos terminais de passageiros de algumas pessoas que apresentam sintomas, a obrigação de varredura térmica é imposta, na medida do permitido por lei 

Para operação após o levantamento das restrições impostas pelas autoridades, serão utilizadas todas as ilhas de check-in disponíveis no Terminal de Partidas. (atualmente, a operação é realizada apenas na extensão do Terminal de Partidas, a 50% da capacidade).

▪ Para garantir as medidas de manutenção da distância social, será criada uma cor tendiflex, dentro da qual será marcada no chão, com adesivos (piso gráfico), linhas de demarcação para manter a distância de 1 m entre os passageiros (frente e verso e lateral). ).

Os balcões de check-in abrirão 4 horas antes da hora de decolagem da aeronave. Para cada voo, o agente responsável pela movimentação garantirá um número suficiente de funcionários, que garantirão o processamento dos passageiros nos balcões de check-in.

Todos os banquetes na área pública do Terminal de Partidas serão removidos, para não criar os pré-requisitos para passageiros estacionados, antes de processá-los nos balcões de check-in. Os bancos serão posicionados na área das barracas localizadas fora do Terminal de Partidas.

A equipe do aeroporto será obrigada a usar uma máscara dentro de casa e verificar em campo a observância desta medida de proteção.

Serão tomadas medidas para adaptar sinalização e mensagens de vídeo rodando em monitores internos na área de controle de segurança, para que sejam apresentadas instruções sobre como manter distância social.

▪ As poltronas nas áreas dos portões de embarque serão reconfiguradas, retirando uma poltrona do conjunto de 3 poltronas (1, 2, 3 ...) de forma a manter a distância ideal entre os passageiros.

▪ Para voos internacionais com embarque na plataforma, svamos embarcar nos ônibus começando pelos bancos traseiros do avião, evitando o congestionamento de ônibus que transportam passageiros para a aeronave (máximo de 50% da capacidade).

O desembarque dos passageiros da aeronave será realizado a partir das filas da frente da aeronave, para garantir a fluidez da atividade. Evite o congestionamento de ônibus que transportam passageiros para o aeroporto (máximo de 50% da capacidade).

  1. Medidas adicionais para proteger e manter a distância social e a comunicação com os passageiros

▪ Mensagens para manter a distância de 2 m entre as pessoas, localizadas no chão, nas áreas de embarque e desembarque. Os sinais serão colocados a uma distância de pelo menos 2,3 m entre eles. Cerca de 40 sinais foram colocados.

▪ A fita do limite de confidencialidade em comparação com o balcão de controle de passaportes foi colocada a uma distância maior da que existia inicialmente. Havia cerca de 100 m de fita de privacidade, mais visível, amarela, com uma largura pelo menos o dobro da versão inicial.

▪ Cartazes bilíngues com a mensagem “manter distância de pelo menos 2 m”. No mínimo 30 pôsteres foram colocados nas áreas públicas dos terminais.

▪ Cartazes com etapas a serem seguidas para evitar a infecção por COVID-19.

▪ Cartazes com informações sobre o COVID-19, localizados nos terminais da AIHCB (áreas públicas e áreas restritas).

▪ 6 pôsteres para caixas de coleta de resíduos biológicos.

▪ No total, foram colocados cerca de 350 cartazes e materiais informativos, representando mais de 200 m² de materiais informativos.

▪ Anúncios (bilíngues) são feitos nos terminais, para manter a distância recomendada (2 m). Anúncios são enviados automaticamente a cada 2 minutos

▪ Instalação de painéis de material transparente em áreas onde há contato direto entre passageiros e funcionários da AH / AIHCB (balcões de check-in, pontos de controle de acesso de passageiros, onde a equipe da DSA verifica os cartões de embarque / documentos equivalentes, ponto de controle de acesso pessoal - PCA55, ponto de controle de acesso à sala de recuperação de bagagens Chegadas - PCA 49, Corp Ponto de controle de acesso logístico, filtros de raios X, portões de embarque, escritórios de bagagem perdida, recepções de salões de protocolo, etc.).

▪ Equipar os pontos de controle de acesso dos passageiros com desinfetantes para os passageiros, a fim de desinfetar as mãos antes de entrar nos filtros de controle de segurança.

▪ Instalação de barracas de triagem próximas ao terminal de embarque, para triagem de passageiros que chegam ao aeroporto para o voo (detalhes no ponto 3.2.1.).

▪ Estabelecimento de espaços de quarentena adequados para esclarecer suspeitas relacionadas a passageiros com sintomas de COVID-19.

▪ Localização de 100 painéis / enrolamentos de informações adicionais, com suporte em material de PVC, medindo 0,9 mx 2 m.

▪ Localização de aproximadamente 1000 adesivos (adesivos de piso) com letreiros / mensagens “mantenha distância de 1 m”, aplicável no piso, 0,9 mx 0,3 m.

▪ Identificação de áreas propensas a congestionamentos e métodos específicos de exibição.

▪ A sinalização específica das áreas externas que serão usadas como “buffer” e que podem assumir temporariamente - e de forma controlada - as possíveis “extensões” das filas do terminal, para os casos em que, dentro, o limite de Saúde e Segurança.

▪ Estabelecer as mensagens adicionais a serem transmitidas, bem como sua periodicidade.

▪ Avaliar os pontos de encontro em situações de emergência, em termos de distância social, e atualizar a exibição nessas áreas.

▪ A distância dos passageiros nas escadas / escadas rolantes será assegurada por marcações nos degraus e na mão em curso.

▪ Fornecimento permanente do sabonete e desinfetante para as mãos necessários dentro dos banheiros e colocação de pôsteres na maneira correta de lavar as mãos.

▪ Os restaurantes e cafés dos terminais AIHCB desenvolverão a sua atividade nas condições estabelecidas pelas autoridades.

▪ Reativação do programa “Ajudante de aeroporto”, utilizando pessoal dos serviços de Relações Externas, Protocolo, Assistência ao Passageiro com Mobilidade Reduzida, etc., para monitorar o cumprimento das regras de distância social, para orientar os passageiros e sua saída.

▪ Equipar o pessoal do aeroporto com EPI, dependendo do grau de exposição.

▪ OA e AH serão obrigados a fornecer aos passageiros todas as informações necessárias, em pormenor, sobre as condições da viagem (incluindo as regras gerais e específicas de controlo de segurança), as regras de prevenção da infecção pelo novo vírus.

▪ Estabelecer a necessidade de escaneamento térmico dos passageiros, de acordo com a legislação nacional aplicável, identificando respectivamente os pontos apropriados para a aplicação do procedimento de escaneamento térmico.

  1. Medidas de natureza técnico-logística, limpeza e desinfecção de instalações e proteção de pessoas

Aproximadamente 10 operações diárias de desinfecção do ar / superfície com substância biocida em uma concentração máxima. A desinfecção foi realizada ininterruptamente nos fluxos de chegada / partida dos dois aeroportos da CNAB (AIHCB e AIBB-AV).

▪ Desinfecção de ambulâncias do CNAB, ambulâncias e consultório médico.

▪ Desinfecção de aeronaves e ônibus que atendem aos passageiros.

▪ Desinfecção de todos os banheiros a cada 2 horas ou sempre que necessário.

▪ Desinfecção das bandejas dos filtros de segurança, pelo menos uma vez por turno ou a pedido.

Desinfecção de todas as portas de acesso (incluindo escritórios) - uma vez / volta ou mediante solicitação. Fornecimento de desinfetantes para uso de passageiros (em banheiros, em fluxos, etc.).

▪ Assegurar facilidades (na medida do possível e condicionalismos legais) para a aquisição de máscaras de protecção aos passageiros, visto que as medidas de uso destes elementos de protecção serão obrigatórias após o levantamento das restrições impostas pelas autoridades.

▪ Instalação de dispensadores com toalhetes desinfetantes / desinfetantes para as mãos nas áreas de acesso nos Terminais, nas áreas de trânsito, controle de acesso e nas áreas de controle de passaportes. Os passageiros serão avisados ​​(através de pôsteres) para usar desinfetantes antes de apresentar documentos de viagem para inspeção.

▪ Desinfecção periódica da mão atual de escadas rolantes e escadas fixas, calçadas, carrinhos de bagagem, cintos de bagagem, elevadores.

▪ Desinfecção de áreas públicas pelo menos 8 vezes / dia.

▪ Colocação de tapetes desinfetantes nas áreas de tráfego intenso dos terminais da AIHCB e garantia de umedecimento permanente com biocidas.

▪ Descontaminação diária dos prédios administrativos da CN AB.

▪ Desinfecção periódica, durante um dia, das camas rolantes, do sistema de fita e dos equipamentos de controle de segurança, respectivamente das bandejas destinadas ao controle de segurança.

TRANSPORTE AÉREO - TAROM COMPANY

  1. Medidas relativas à proteção da tripulação de cabine e de vôo

▪ A tripulação de cabine tem a obrigação de usar equipamentos de proteção (máscara, luvas, viseira).

▪ Equipar a aeronave com desinfetantes e equipamentos de proteção sobressalentes.

▪ Treinamento da equipe sobre o uso do equipamento de proteção e a remoção do equipamento usado em condições de segurança sanitária.

▪ Desinfecção após cada interação com os passageiros, seus pertences ou os espaços / áreas tocados por eles.

▪ Proibição de acesso à cabine da equipe de terra a partir da escada, exceto a dedicada à limpeza e desinfecção ou da equipe técnica.

▪ Uso de luvas no manuseio de documentação operacional, uso de instrumentos de escrita próprios.

▪ Usando luvas e uma máscara protetora, caso seja necessário sair da cabine, desinfecção após terminar as tarefas fora da cabine.

▪ Proibição de acesso ao cockpit de qualquer pessoa que não seja membro da tripulação de voo.

▪ Usando uma máscara no cockpit.

▪ Vestindo roupas especialmente de mangas compridas.

▪ Desinfecção das mãos após cada uso de espaços ou equipamentos comuns na aeronave.

▪ Proibição de equipamentos ou materiais de proteção que possam obstruir o acesso a equipamentos de emergência, impedir o acesso a máscaras de oxigênio, impedir o acesso a rotas de fuga de emergência ou limitar o contato visual ou auditivo com a tripulação de cabine.

  1. Medidas de proteção de passageiros

▪ Limitar / suspender o serviço de bordo em rotas / destinos, dependendo do nível de risco declarado pelas autoridades.

▪ Oferecer água engarrafada a pedido e / ou alimentos pré-embalados.

▪ Limitar o tráfego de passageiros na área frontal da aeronave.

▪ Limitar o uso do banheiro da frente pelos passageiros.

▪ Inclusão de anúncios a bordo relativos à manutenção da distância de segurança, à limitação do serviço a bordo e à evitação do tráfego no avião.

  1. Desinfecção de aeronaves / áreas comuns

▪ Programa de desinfecção após cada rotação.

▪ Desinfecção da sala de reunião.

MESMO !!! Estas são medidas propostas e em debate público. Nada está oficialmente aprovado ainda. O governo e as autoridades competentes reúnem essas propostas, discutem-nas, debatem-as e finalmente aprovam a forma final das novas regras impostas durante o período de alerta, que será estabelecido na Romênia após 15 de maio.

2 Comentários
  1. Ileana diz

    E o período de quarentena de 14 dias após uma viagem de / para o país? Será obrigatório após 15 de maio? Os testes são feitos antes da viagem (imediatamente antes ?; Algumas horas antes?; Alguns dias antes?) Para destacar uma possível infestação? Somente no caso de sintomas específicos? Ou todas as viagens são testadas?

    1. Sorin Rusi diz

      nada se sabe ainda o que acontecerá depois de 14 de maio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.