Os pilotos exigiram que 20 passageiros saíssem de um avião da easyJet

0 2.918

Em 5 de julho de 2023, um voo da easyJet de Lanzarote para Liverpool foi atrasado por cerca de duas horas depois que o capitão pediu a 20 passageiros que saíssem do avião porque o peso total era muito grande para a pista curta e as condições climáticas predominantes.

A aeronave easyJet Airbus A320, matrícula G-EZTL, estava prevista para descolar como voo EZY23364 às 21:45 hora local, mas atrasou-se devido aos fortes ventos e altas temperaturas, bem como 20 passageiros tiveram de sair do avião. 

O capitão determinou que a aeronave era muito pesada para decolar com segurança nas condições climáticas adversas e ordenou que 20 passageiros desembarcassem. A seleção foi feita de forma voluntária.

No final, 19 passageiros voluntariaram-se para abandonar o voo e cada um recebeu 500 euros de indemnização. O voo finalmente decolou às 23h33 e chegou a Liverpool às 3h, horário local.

Em um vídeo filmado por um dos passageiros, o piloto disse: “Obrigado a todos por estarem aqui hoje. A aeronave pesada combinada com uma pista bastante curta e as atuais condições climáticas adversas em Lanzarote nos impedem de decolar com segurança. "

“Com a segurança como nossa prioridade número um, não há como, nas condições atuais do vento, conseguirmos transportar todos vocês neste voo. Há uma série de fatores – está muito calor, o vento não é fantástico, a aeronave é muito pesada para as condições climáticas atuais. "

Um porta-voz da easyJet disse: "A easyJet pode confirmar que 19 passageiros no voo EZY3364 de Lanzarote para Liverpool se ofereceram para viajar em um voo posterior ontem à noite, pois a aeronave excedeu os limites de peso devido a condições climáticas adversas.

O porta-voz acrescentou que “A segurança e o bem-estar dos nossos passageiros e tripulantes são sempre a maior prioridade da easyJet".

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.