Mais de 270.000 passageiros foram repatriados pelo grupo Air France no último mês

Mais de 270.000 passageiros foram repatriados pelo grupo Air France no último mês

0 199

No mês passado, as operações da Air France em todo o mundo concentraram-se no repatriamento de cidadãos de diferentes estados e no transporte de produtos e equipamentos médicos. Mais de 270.000 passageiros foram transportados, incluindo 150.000 cidadãos franceses. 7 vôos são operados semanalmente entre China e França para garantir o transporte de equipamentos médicos necessários para combater o COVID-19.

150.000 cidadãos franceses conseguiram voltar para casa graças à Air France e à Transavia

Em 14 de março de 2020, a Air France e a Transavia operavam mais de 1.800 voos de 132 aeroportos em 82 países, garantindo o repatriamento de mais de 270.000 passageiros, incluindo 150.000 cidadãos franceses. Em um ambiente econômico severamente deteriorado e em um momento em que a maioria das aeronaves teve que decolar de Paris sem passageiros, a Air France e a Transavia criaram tarifas fixas especiais para o repatriamento de passageiros.

As operações de repatriamento estão quase concluídas na maioria das regiões, com exceção de algumas áreas como o norte da África, onde a demanda continua alta, apesar de mais de 200 vôos já operados. Para atender a essa necessidade, a Air France fornecerá mais alguns vôos nas próximas semanas, sujeitos à obtenção das autorizações necessárias.

Voos operados para garantir a continuidade territorial e o transporte de equipamentos e bens médicos essenciais para o gerenciamento de crises

A atividade da Air France agora está focada na implementação de um horário de voo mínimo, equivalente a aproximadamente 5% da capacidade normalmente oferecida. Isso visa, por um lado, manter a continuidade territorial nas principais cidades francesas e territórios ultramarinos e, por outro lado, manter contato com as principais metrópoles européias e mundiais, garantindo o transporte de passageiros e mercadorias.

A Air France também está ativamente envolvida no transporte aéreo entre a China e a França, ajudando a trazer máscaras e equipamentos médicos. 7 vôos são operados semanalmente usando aviões de carga Boeing 777 e aeronaves Boeing 777 comumente usadas para transporte de passageiros. Os materiais transportados são armazenados nos armazéns e cabines da aeronave.

A implementação desse plano de repatriação e continuidade operacional foi possibilitada pelo compromisso conjunto de todas as tripulações da Air France e da Transavia, equipe de solo, pilotos e comissários de bordo, que se orgulham de contribuir para o esforço nacional.

Distanciamento social

Atualmente, a maioria dos voos operados pela Air France não é operada em capacidade total para permitir o distanciamento social. Nos casos em que o distanciamento social não é possível, as equipes da Air France distribuem máscaras na entrada da aeronave para passageiros que ainda não as estão usando.

Seguindo as decisões das autoridades locais, nos voos para o Canadá, Los Angeles e Nova York, a Air France informa que é obrigatório que os passageiros usem uma máscara de proteção ou um elemento equivalente ao deixar Paris. Essas novas medidas também se aplicam aos passageiros que partem desses destinos, fazem check-in no aeroporto e embarcam na aeronave, se a distância social não puder ser respeitada.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.