O projeto "Sou aerofóbico, mas me trato" chegou ao fim

O projeto "Sou aerofóbico, mas me trato" chegou ao fim

0 348

Para a equipe de viagens aéreas, o voo significa relaxamento e liberdade, e o céu significa "casa". Procuramos voar o maior tempo possível e aproveitar cada experiência individual. Mas nem todo mundo é apaixonado por aviões, aviões e nem todo mundo tem o prazer de viajar em vôo. Tenho amigos que têm medo de voar e voar, mas muitos nem sequer tentaram enfrentar suas fobias.

Mas também conheci pessoas ansiosas para escapar desse medo, que querem voar e não são mais aeróbicas. Lançado no final de agosto, o programa piloto para o tratamento da ansiedade durante o voo "Sou aerofóbico, mas me trato" chegou ao fim. A iniciativa deste projeto foi determinada pelo objetivo declarado da National Company Bucharest Airports em fornecer aos clientes os serviços da mais alta qualidade. A sessão final do curso foi realizada no 14 em novembro, no 2015, os estudantes, pessoas com ansiedade de vôo, eram passageiros reais de um vôo feito com uma aeronave TAROM. Eles foram assistidos desde o início dos procedimentos de check-in, durante todo o voo e até o pouso, por um psicoterapeuta e pessoal de voo experiente.

Os cursos ocorreram ao longo de seis semanas, cada sessão com duração de aproximadamente 2-4 horas. Sob a orientação profissional de uma equipe complexa de psicoterapeutas especializados, pilotos e comissários de bordo, os estagiários foram ajudados a aumentar a conscientização sobre as causas da fobia do voo, a aceitar seu problema e a encontrar motivação para a mudança.

O progresso foi visível em cada curso, sendo a taxa de sucesso do tratamento dessa fobia alta, de acordo com a previsão da equipe de psicoterapeutas: alta: dois terços dos estudantes conseguiram não apenas superar o medo, mas também aproveitar os minutos do 45 do voo de teste.

O grand finale do projeto piloto para lidar com a ansiedade durante o voo, organizado pela Companhia Nacional de Aeroportos de Bucareste, em parceria com a SC TAROM SA e a PsyCons, ocorreu em um ambiente festivo, com os alunos recebendo diplomas de graduação do curso que confirmaram o sucesso essa abordagem única na Romênia por meio de uma mensagem simples, mas autêntica: "Eu era aerofóbico, mas fui tratado".

Parabenizamos aqueles que superaram o medo de voar e desejamos o maior número de belos viajantes a bordo do avião. Céu claro!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.