A Romênia exige um teste de PCR COVID-19 negativo para todos aqueles que chegam da zona amarela

3 12.761

A Romênia solicita um teste de PCR COVID-19 negativo para todos os que chegam da zona amarela. A medida será aplicada a partir de 12 de fevereiro às 00:00.



O Comitê Nacional para Situações de Emergência adotou hoje, 4 de fevereiro de 2021, a Decisão nº 7, que completa o artigo 2.º da Decisão n.º 6. Com esta decisão foi decidido que as medidas previstas no par. (1), (2) e (3), Art. 2º da Decisão nº 6 a entrar em vigor a partir de 12.02.2021, às 00.00hXNUMX.

Pela Decisão nº 6 foi atualizado Lista amarela da Romênia (clique para ler também Decisão nº 6), hoje, 4 de fevereiro de 2021.

Isso significa que todos os que vêm da zona amarela podem viajar para a Romênia sem a obrigação de apresentar o teste PCR COVID até 11 de fevereiro, às 23h59.

Ao mesmo tempo, a Decisão nº. 7 vem para completar a arte. 2 da Decisão no. 6 de 04.02.2021 do Comitê Nacional para Situações de Emergência com o seguinte parágrafo:

(4) Estão isentos das disposições do parágrafo (1) as seguintes categorias de pessoas:

a) crianças menores ou iguais a 3 anos;
b) pessoas que foram vacinadas contra o vírus SARS-CoV-2, incluindo a segunda dose, e para as quais se passaram pelo menos 2 dias desde a administração da segunda dose até a data do contato direto ou até a data de entrada na Romênia . A comprovação da vacina, incluindo a data de administração da segunda dose, é feita através do documento emitido pela unidade de saúde que a administrou, na Roménia ou no estrangeiro;

Aqueles que receberam a vacina SARS-CoV-2 (incluindo a 2ª dose e 10 dias após a administração) estão isentos do teste para COVID-19.

c) pessoas que foram confirmadas como positivas para infecção pelo vírus SARSCoV-2 nos últimos 90 dias antes da entrada no país, conforme evidenciado por documentos médicos ou verificando o banco de dados de formulários Corona e para as quais pelo menos 14 dias se passaram desde a data de confirmação até a entrada no país;

d) motoristas de veículos de mercadorias com lotação máxima
autorizado superior a 2,4 toneladas;
e) Condutores de veículos motorizados para o transporte de pessoas com mais de 9 lugares, incluindo o lugar do condutor;

f) os drivers fornecidos em let. a) e carta b) que se desloquem no interesse de exercer a sua profissão no seu Estado de residência noutro Estado-Membro da União Europeia ou noutro Estado da União Europeia no Estado de residência, independentemente de a circulação ser efectuada por meios individuais ou em sua própria conta;

g) pilotos de aeronaves e tripulantes de vôo;

h) membros de missões diplomáticas, repartições consulares e outras missões diplomáticas acreditadas em Bucareste, titulares de passaportes diplomáticos, funcionários assimilados a funcionários diplomáticos, bem como membros do Corpo Diplomático e Consular Romeno e titulares de passaportes diplomáticos e de serviço, bem como membros de suas famílias;

i) Pessoal de navegação romeno, marítimo e fluvial repatriado por qualquer meio de transporte, apresentando às autoridades competentes o "certificado para trabalhadores do sector dos transportes internacionais", cujo modelo foi publicado no Jornal Oficial da União Europeia, série C , não. 96 I de 24 de março de 2020;
j) pessoal de navegação marítima e fluvial que realiza intercâmbio de tripulação a bordo de navios em portos romenos, independentemente da bandeira que arvorem, se na entrada no país, bem como no embarque / desembarque do navio, que apresentam às autoridades competentes do sector dos transportes internacionais ”, cujo modelo é publicado no Jornal Oficial da União Europeia, série C, n. 96 I de 24 de março de 2020;

k) marítimos desembarcando de navios de embarque
arvorando pavilhão romeno, num porto romeno, desde que os empregadores apresentem o certificado para trabalhadores de transportes internacionais e equipamento de protecção individual contra COVID-19, durante o movimento do navio para o local onde pode ser contactado no período entre viagens;
l) trabalhadores transfronteiriços que entram na Romênia vindos da Hungria, Bulgária,
Sérvia, Ucrânia ou República da Moldávia, bem como os cidadãos romenos ao serviço dos operadores económicos dos países mencionados, que ao entrarem no país comprovem as relações contratuais com os respectivos operadores económicos.

3 Comentários
  1. Iordache Mihaela diz

    "Isso significa que todos aqueles que vêm da zona amarela podem viajar para a Romênia sem a obrigação de apresentar o teste PCR COVID até 11 de janeiro, às 23h59."
    Acho que você queria escrever 11 de fevereiro de 2021, certo?

    1. Sorin Rusi diz

      Eu corrigi!

      1. Lucia diz

        Olá! Em 26 de fevereiro, devo parar por menos de 72 horas. A quarentena ainda não foi encerrada neste caso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.