O escândalo ANPC - Blue Air continua!

1 614

Blue Air está processando a multa recolhidos da Defesa do Consumidor e fala de "propostas mais ou menos veladas, vindas do presidente da ANPC". Entendemos que há também uma queixa de suborno na parte de trás?

A companhia aérea de baixo custo Blue Air anuncia que irá à Justiça anular a denúncia com base na qual foi multada pela Autoridade Nacional de Defesa do Consumidor (ANPC), afirmando que se trata de abuso de poder e comunicação de informações falsas e alegando que representantes A Blue Air não entendeu concordar, de forma alguma, "com propostas mais ou menos veladas, vindas do presidente da ANPC".

A mensagem é enviada com o título "a transportadora aérea de capital privado romeno Blue Air revela com argumentos a tentativa de abuso do serviço da ANPC e garante aos" controladores "que não está disposta a dar relógios ou percentagens da coima - quanto à “livrar-se da multa” - nem aceitar “minutas” feitas de joelhos, sem responsabilidade e base factual e sem respeitar os números e dados oficiais. A Blue Air assegura a todos os colaboradores e passageiros que, apesar da grosseira incompetência da ANPC, vai continuar a desenvolver e levar todos os seus passageiros ao seu destino em segurança”, informa lucro.ro.

Como eu disse, o escândalo continua. ANPC tentou um jogo de imagem, apenas que existem demasiadas falhas processuais com base nas quais a Blue Air tem todas as hipóteses de anular a coima e as medidas complementares. A ideia é que os passageiros afetados pelos voos cancelados permaneçam com o problema não resolvido por enquanto.

Comentário 1
  1. […] O conflito entre ANPC e Blue Air está longe de terminar. Depois que a ANPC anunciou que havia multado a Blue Air em 2 milhões de euros, a transportadora de baixo custo romena acusou a ANPC de abuso de poder e até apresentou uma queixa de suborno (até agora sem provas). Por sua vez, a Autoridade Nacional de Defesa do Consumidor, através da voz do Sr. Horia Constantinescu, acusa a empresa de se preparar para sair do mercado e demora para não devolver o dinheiro aos consumidores! […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.