A Hungria fecha suas fronteiras para estrangeiros, incluindo romenos, a partir de 1º de setembro.

A Hungria fecha suas fronteiras para estrangeiros, incluindo romenos, a partir de 1º de setembro.

2 2.979

A partir de 1º de setembro, a Hungria fechará suas fronteiras para estrangeiros. Medidas estão sendo tomadas para limitar o aumento do número de infecções pelo novo coronavírus. E os húngaros que retornam ao país vindos do exterior terão que ser colocados em quarentena em casa, disse o chefe de gabinete do primeiro-ministro Viktor Orban na sexta-feira, citado pela Reuters, AFP e MTI.

De acordo com a fonte citada, a partir de 1º de setembro, os estrangeiros só poderão entrar no país em casos justificados. As exceções à regra serão comboios militares, trânsito humanitário e viagens de negócios ou humanitárias. Os detalhes dessas medidas e as exceções à aplicação da medida serão finalizados na manhã de sábado, durante reunião na qual também participará Viktor Orban.

Quanto aos cidadãos húngaros que regressam do estrangeiro, Gergely Gulyas disse que só conseguirão sair da quarentena após dois testes negativos no COVID-19.

O chefe de gabinete de Orban também disse que essas regras para combater a pandemia COVID-19 estarão em vigor por pelo menos um mês. Ele disse que restrições são necessárias para permitir que as aulas sejam retomadas na próxima semana para proteger as pessoas e a economia.

A Hungria registrou 132 novos casos na sexta-feira, o maior número diário de vítimas desde o pico da pandemia. A Hungria teve um total de 5.511 casos de coronavírus, dos quais 614 foram mortes.

FONTE: https://www.agerpres.ro/

2 Comentários
  1. […] A Hungria fecha fronteiras para estrangeiros, incluindo romenos, a partir de 1º de setembro. [...]

  2. […] A Hungria fecha fronteiras para estrangeiros, incluindo romenos, a partir de 1º de setembro. [...]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.