Áustria suspende lei sobre vacinação obrigatória contra COVID-19

0 261

As autoridades austríacas anunciaram que o país decidiu suspender sua lei que exige que todos os adultos sejam vacinados contra a doença COVID-19.

A lei obrigatória de vacinas foi anunciada há quatro meses e começou a ser totalmente implementada em fevereiro. De acordo com as regras estabelecidas por lei, todos os adultos e pessoas aptas deveriam completar sua vacinação até 15 de março, e a polícia deveria realizar verificações a partir dessa data. Quem não cumprir esta disposição corre o risco de coimas até 3600 euros.

No entanto, dado o estado atual da COVID-19 no país e os sintomas leves causados ​​pelo vírus, a ministra constitucional austríaca Karoline Edtstadler disse que a lei seria suspensa temporariamente porque a medida não era compatível com a situação real.

Em conclusão, aqueles que não foram vacinados contra a COVID-19 até 15 de março não serão mais obrigados a fazê-lo. Além disso, pessoas não vacinadas não estarão mais sujeitas a restrições. No entanto, Edtstadler enfatizou que o quadro regulatório permanecerá em vigor, sugerindo que ele poderia reintroduzir a lei se a situação do COVID-19 começar a se deteriorar.

O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças revela que 83,1% de toda a população adulta na Áustria completou a vacinação primária até o momento. Além disso, 66,8% já receberam uma dose adicional da vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.