A Brussels Airlines cancelará 900 voos em fevereiro e março.

0 691

A Brussels Airlines cancelará 900 voos em fevereiro e março, depois que o número de reservas foi muito baixo devido às restrições de viagens impostas globalmente.



Mais e mais passageiros estão cancelando seus voos porque as autoridades governamentais estão endurecendo as regras sobre viagens não essenciais. Especificamente, a Brussels Airlines vai operar um pequeno número de voos, apenas 7% em fevereiro e 12% em março, ante igual período de 2019. O anúncio foi feito pela porta-voz da empresa, Kim Daenen, à agência de notícias Belga.

A Brussels Airlines reembolsará o custo total dos bilhetes cancelados.

Os passageiros cujos voos foram cancelados serão avisados ​​com antecedência e terão a oportunidade de reservar outro voo ou solicitar o reembolso total.

A Brussels Airlines oferece passagens flexíveis devido à incerteza de uma pandemia de viagens. A partir de setembro de 2020, qualquer passageiro que reserve uma passagem pela Brussels Airlines pode cancelá-la gratuitamente.

Entre os destinos turísticos que desaparecem completamente da programação de voos para os próximos dois meses estão Barcelona, ​​Praga, Roma, Gotemburgo ou Viena. No entanto, os voos para a África serão operados com 40% da capacidade em comparação com o mesmo período de 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.