A partir de 1º de setembro, os romenos são obrigados a apresentar o certificado digital COVID-19 da UE ao entrar na Bulgária

0 1.051

O Ministério dos Negócios Estrangeiros declara que as autoridades búlgaras reviram as condições de entrada na República da Bulgária no contexto da pandemia COVID-19. As novas medidas são aplicáveis ​​a partir de 1 de setembro de 2021.



De acordo com as novas disposições, os cidadãos romenos que viajam da Roménia (mantidos na zona verde) podem entrar na República da Bulgária sob a condição de apresentarem, além dos documentos de viagem, um dos seguintes documentos:

  • um certificado digital europeu COVID-19 atestando a vacinação ou documento semelhante contendo os mesmos dados do certificado digital europeu COVID-19;
  • um certificado digital europeu COVID-19 atestando a cura ou um documento semelhante contendo os mesmos dados que o certificado digital europeu COVID-19;
  • um certificado digital europeu COVID-19 que certifica o teste ou um documento semelhante contendo os mesmos dados que o certificado digital europeu COVID-19.

Entre as categorias de pessoas isentas da obrigação de apresentar documentos COVID-19 à entrada na República da Bulgária encontram-se as pessoas em trânsito no território da República da Bulgária, desde que seja garantida a saída imediata do território desse Estado, bem como os filhos até 12 anos de idade. anos.

Lembramos que Bulgária entrou na lista amarela da Romênia, a partir de 29 de agosto, e novas restrições são aplicadas para retorno ao país. Veja como você pode evitar a quarentena!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.