A Grécia baniu temporariamente todos os voos da Qatar Airways após um voo de 12 passageiros confirmado com o COVID-19.

0 1.655

Em 1 de junho de 2020, a Qatar Airways operou o voo QR203, na rota Doha - Atenas. Havia 350 passageiros a bordo do Airbus A900-7 (A91-ALW). Até agora nada de anormal. No entanto, durante o teste COVID-19, realizado no aeroporto de Atenas, 12 dos passageiros foram confirmados com o novo coronavírus.

Após este voo, a Grécia baniu temporariamente todos os voos da Qatar Airways por 14 dias. "Também anunciamos que, de acordo com os dados epidemiológicos acima, os vôos de e para o Catar serão suspensos até 15 de junho de 2020", afirmou o comunicado do Ministério da Proteção Civil da Grécia.

Entre os passageiros infectados a bordo estavam nove paquistaneses, dois gregos e um japonês. Os passageiros confirmados com o novo coronavírus chegaram a Doha em voos de conexão, segundo a companhia aérea.

Todos os passageiros foram transportados para hotéis em quarentena. Aqueles confirmados com COVID-19 permanecerão em quarentena por 14 dias. As pessoas que testaram negativo devem permanecer em quarentena por sete dias, momento em que o teste de coronavírus será repetido, disseram as autoridades gregas.

Apesar das restrições de voo relatadas, a Qatar Airways aparentemente operou outro vôo QR203 entre Doha e Atenas em 3 de junho de 2020. O site da Qatar Airways também lista voos de / para Atenas nos dias 5 e 8 de junho.

Note-se que os passageiros não foram infectados no avião. Mas eles já estavam infectados e voaram através de Doha para Atenas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.