Israel pretende bloquear voos internacionais por um período de 14 dias

0 558

Israel proibirá todos os voos por 14 dias. As restrições serão aplicadas a companhias aéreas internacionais e israelenses. Há rumores de que os voos ficarão bloqueados apenas até 31 de janeiro, prazo para o término do bloqueio, mas há a possibilidade de prorrogação do prazo.

As autoridades tomaram a decisão após reunião governamental, realizada no domingo, e que o objetivo é frear a disseminação das novas cepas do COVID-19, informa https://www.haaretz.com/.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse durante a reunião do governo: "Estamos diante de todo o mundo. Nenhuma nação fez o que vamos fazer - selamos o país firmemente".

Todos os voos cargueiros, de emergência médica e de combate a incêndios estarão isentos desta medida. Os voos poderão pousar ou decolar de Israel após a aprovação das autoridades.

O ministro do Turismo, Orit Farkash-Hacohen, de Kahol Lavan, disse durante a reunião que fechar o aeroporto foi uma "medida extrema" e uma violação dos direitos básicos. Apesar disso, ele acrescentou que o período de fechamento é "lógico" e que Israel deve aproveitar esta janela para vacinar mais membros das comunidades ultraortodoxas e árabes.

Depois de aprovadas em Conselho de Ministros, as novas restrições devem ser aprovadas também pela Comissão dos Assuntos Económicos e pela Comissão de Constituição, Lei e Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.