Grupo Lufthansa na Romênia - números e planos no 2013

3 394

Em uma conferência de imprensa realizada em fevereiro do 19 em Bucareste, os funcionários do Grupo Lufthansa apresentaram os números do 2011, 2012, Romênia, frota de aeronaves, infraestrutura de hub e planos futuros. As informações foram apresentadas por Patrick Artiel, Gerente geral de vendas de passageiros da Lufthansa para Romênia e Moldávia; Eu ofereço Kisch, Diretor Regional do Grupo Lufthansa na Europa Central e Oriental e Klaus Gorny, Diretor de Comunicação da Europa.



À primeira vista, está tudo bem, as perspectivas são boas, as coisas estão indo na direção certa. No 2011, o Grupo Lufthansa, que inclui Lufthansa, Austrian Airlines, SWISS e Germanwings, transportou mais de um milhão de passageiros da 100 e operou mais de um milhão de vôos no mundo todo. No 1, o grupo alemão transportou 2012% mais passageiros, mas operou com 2.4% menos vôos. Teoricamente, isso pode ser traduzido por uma operação eficiente.

Lufthansa Group

Grupo Lufthansa é muito bom na Romênia também. Em 2012, a Lufthansa transportou mais de 770 passageiros, 000% a mais do que em 12. A Austrian Airlines e a SWISS transportaram mais de 2011 passageiros juntas. A Lufthansa, a Austrian Airlines e a SWISS operavam 530 voos semanais de e para a Romênia, conectando os hubs de Frankfurt, Berlim, Munique, Dusseldorf, Viena e Zurique aos aeroportos de Bucareste, Cluj, Sibiu, Iasi e Timisoara. A capacidade de transporte nas rotas Otopeni - Berlim / Viena / Zurique e Sibiu - Munique aumentou 000%.

introdução voos diretos de Berlim para Bucareste operados pela Lufthansa, mas também o aumento de frequências em algumas rotas já existentes levou a este importante aumento do grupo Lufthansa no nosso país, atingindo uma quota de mercado de 26%. O desenvolvimento das operações na Romênia continuará em 2013 com a reintrodução dos voos sazonais Bucareste - Frankfurt e Sibiu - Munique, a partir de 1º de abril de 2013. Um movimento estratégico importante também pertence à Germanwings, mas sobre isso em um artigo separado.

A Lufthansa tem grandes planos globalmente. O Grupo Lufthansa tem pedidos 135 para aeronaves Airbus e Boeing, no valor total de 17 bilhões, quer modernizar os já existentes e planeja reformar os principais hubs. No outono do ano passado, Lufthansa inaugurou o novo terminal A-Plus no aeroporto de Frankfurt, um investimento de quase 800 milhões de euros.

Também haverá uma grande ênfase no lado online. Os sites e serviços de reserva serão compatíveis com dispositivos móveis. O Grupo Lufthansa prestará mais atenção às redes sociais e as mais importantes foram listadas: twitter, facebook, youtube, flickr, tumblr etc. Esta notícia é uma alegria para mim e é bom que esteja tentando acompanhar a tecnologia e as novas tendências do mercado.

Mas a situação do Grupo Lufthansa não é animadora. A crise financeira européia, os altos preços dos combustíveis e a concorrência de operadores de baixo custo levaram o grupo a uma área cinzenta. Considerou-se que no 2013 os dividendos não seriam mais pagos e o lucro registrado seria reinvestido. Projetos de reestruturação e reorganização também continuarão a reduzir perdas. Haverá um forte foco na modernização da frota. Espera-se que até o final do ano o 2025, o grupo Lufthansa receba o 239 de aeronaves no valor total de 23 bilhões. Atualmente, estão sendo desenvolvidos mais de projetos 500 que visam trazer o grupo Lufthansa de volta ao lucro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.