A Lufthansa passará por testes rápidos de passageiros nos aeroportos de Munique e Hamburgo.

0 780

A Lufthansa e os aeroportos de Munique e Hamburgo começarão a usar os testes rápidos de antígeno COVID-19. Em colaboração com Centogene e os centros médicos do Grupo Medicover, MVZ Martinsried, a Lufthansa oferecerá a seus clientes a oportunidade de testar o Covid-19 gratuitamente.



IATA e muitas companhias aéreas requer testes rápidos de passageiros antes dos voos. Quer evitar a quarentena, na tentativa de revitalizar a aviação e o turismo.

Os primeiros testes de antígeno COVID-19 serão realizados para passageiros voluntários que voarão nas rotas Munique-Hamburgo e Hamburgo-Munique em 12 de novembro.

O voo LH2058 para Hamburgo decolará do Aeroporto Internacional de Munique (MUC) às 09:10, horário local. O vôo LH2059 para Munique decolará do Aeroporto Internacional de Hamburgo (HAM) às 11h15, horário local.

Os passageiros que não desejarem fazer o teste serão transferidos para outro voo sem custo adicional.

Os resultados do teste ficarão prontos em no máximo 60 minutos. Caso o resultado do teste de antígeno seja negativo, o cartão de embarque será acionado e o passageiro poderá continuar o embarque. Os passageiros também podem ter um teste de PCR negativo realizado no mais tardar 48 horas antes.

Os passageiros não pagarão nada pelo teste. Eles só precisarão se inscrever com antecedência e saber que o processo de embarque demorará mais.

Os resultados desse experimento ajudarão a empresa aérea a obter informações importantes sobre o teste rápido na tentativa de revitalizar o tráfego aéreo internacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.