A Holanda só reconhecerá os certificados de vacina COVID-19 com a dose 3 administrada, e sua validade será reduzida para nove meses!

0 1.493

O ministro da Saúde holandês, Hugo de Jonge, anunciou que, a partir de fevereiro de 2022, as autoridades holandesas só reconhecerão os certificados de vacinação COVID-19, que indicam que o titular recebeu a terceira dose da vacina.

Consequentemente, isso significa que os Países Baixos irão encurtar a validade dos certificados de vacinação de 12 para 9 meses, e todos aqueles que não cumprirem este requisito serão obrigados a cumprir regras de entrada adicionais.

A decisão das autoridades holandesas de encurtar a validade dos certificados de vacinação, que entrará oficialmente em vigor a 1 de fevereiro, segue a recomendação da Comissão da União Europeia de criar uma abordagem individual e uma norma para a aceitação de certificados de vacinação.

Embora ainda não tenha havido confirmação oficial das autoridades da UE, Jonge revelou que os representantes dos Estados-Membros concordaram que qualquer pessoa que deseje viajar para ou dentro da UE deve receber uma dose inicial da vacina nove meses após a segunda vacina.

Acredita-se que aqueles que não receberem a dose de reforço poderão viajar para a UE, desde que o teste do COVID-19 seja negativo.

A medida da Holanda não é única na Europa. A República Tcheca também anunciou que o certificado de vacinação será válido por 9 meses. A Áustria já anunciou que só reconhecerá os certificados de vacinação que demonstrem que o titular recebeu a última dose da vacina nos últimos nove meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.