As reservas para os Estados Unidos aumentaram 600 por cento depois que os Estados Unidos anunciaram que estavam reabrindo suas fronteiras

0 267

A Virgin Atlantic anunciou que as reservas para os EUA aumentaram em mais de 600% na semana passada, desde que a Casa Branca disse que aumentaria remover a proibição de viagens transatlânticas para viajantes totalmente vacinados da Grã-Bretanha, Irlanda, União Europeia e espaço Schengen.



Os voos para as Caraíbas aumentaram 50%, sendo a rota mais reservada a última a ser lançada, para São Vicente e Granadinas, que será lançada a 13 de Outubro. Barbados está acompanhando de perto, com reservas feitas tanto para outubro quanto para o Natal, provando que os destinos americanos serão extremamente populares no próximo período. As reservas para Jamaica e Santa Lúcia também dobraram.

Nova York teve o maior número de reservas em comparação com outras cidades dos EUA.

O interesse pelos roteiros populares entre aqueles que decidiram visitar seus amigos e parentes continua forte. As reservas para o Paquistão aumentaram quase 300% como resultado da lista vermelha do país. O número de voos de Londres para a Índia quase dobrou.

A simplificação das regras de viagens internacionais, incluindo a eliminação de testes de PCR dispendiosos para pessoas totalmente vacinadas, já está tendo um impacto significativo na confiança do consumidor, resultando no aumento da demanda em toda a rede de rotas da Virgin Atlantic.

O Diretor Comercial Juha Jarvinen disse que “Depois de reduzir gradualmente as restrições a viagens, vimos um aumento na demanda para muitos dos destinos globais, mas os destinos nos Estados Unidos sempre foram os mais procurados. Estou muito feliz que - finalmente - possamos retornar aos EUA e operar voos para destinos que são tão importantes para nós. Sentimos falta de transportar clientes para os Estados Unidos e mal podemos esperar para encontrá-los a bordo para suas aventuras americanas. ”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.