Os Estados Unidos aplicam regras mais rígidas para viagens aéreas: o teste é válido por 24 horas!

0 418

Os Estados Unidos começaram a convocar viajantes internacionais para fornecer prova de um teste de coronavírus negativo realizado no máximo um dia antes do vôo.

Anteriormente, os viajantes totalmente vacinados podiam fornecer evidências de um teste negativo realizado em 72 horas. O novo requisito pode ser difícil de cumprir para alguns passageiros, pois pode demorar mais de um dia para receber os resultados dos testes, além de voos ou escalas.

As novas regras fazem com que alguns passageiros desistam de viajar por não poderem seguir os itinerários planejados. Ainda é um obstáculo para os americanos que vivem fora dos Estados Unidos e para os estrangeiros que desejam viajar para os Estados Unidos no Natal e no Ano Novo.

Infelizmente, muitos países da Europa, América e Ásia tomaram medidas drásticas contra oito países da África do Sul. Especialistas em saúde criticaram esta política e pediram cautela, pois pouco se sabe sobre a variante Omicron, que foi detectada e sequenciada pela primeira vez há menos de duas semanas na África do Sul.

A exigência de testes mais rígidos para viajantes que chegam aos EUA entrou em vigor no momento em que as viagens aéreas estavam retornando. O domingo após o Dia de Ação de Graças foi o dia mais movimentado nos aeroportos americanos, de fevereiro de 2020 até agora, de acordo com a Administração de Segurança de Transporte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.