Um avião da Virgin Atlantic foi forçado a retornar do voo por causa do co-piloto!

0 373

Em 2 de maio, um Airbus A330-300 da Virgin Atlantic (registrado G-VWAG) partiu de Londres Heathrow, Reino Unido, para Nova York JFK, Estados Unidos. Enquanto sobrevoava a Irlanda, o comandante decidiu retornar a Londres.

Durante o voo, o comandante soube que seu colega copiloto não havia completado seu programa de treinamento de voo. Na verdade, ele precisava de outro voo com um comandante instrutor para obter sua qualificação completa.

Como resultado, passageiros e tripulantes tiveram que esperar a chegada de um copiloto reserva. A aeronave decolou para Nova York com quase três horas de atraso.

A Virgin Atlantic reconheceu o erro e acrescentou que foi substituída por um novo piloto para garantir total conformidade com os protocolos de treinamento da companhia aérea. A empresa pediu desculpas pelo transtorno causado aos passageiros.

A Autoridade de Aviação Civil do Reino Unido foi informada do incidente e confirmou que ambos os pilotos estavam devidamente licenciados e qualificados para realizar o voo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.