O Vaticano vai pedir aos viajantes que apresentem o certificado digital COVID-19, a partir de 1º de outubro

0 222

As autoridades do Vaticano anunciaram que, a partir de 1º de outubro, todos aqueles que desejam visitar o território devem apresentar um certificado COVID-19 na chegada.

Tal decisão foi anunciada segunda-feira pela Pontifícia Comissão para o Estado da Cidade do Vaticano e será implementada para impedir a propagação do Coronavirus e suas novas cepas, em resposta a um pedido anterior do Papa Francisco.

De acordo com as autoridades do Vaticano, a entrada só será permitida para pessoas que obtiverem um Green Pass, um European Green Pass ou outra licença verde COVID-19 que confirme que os turistas foram completamente vacinados ou recuperados contra a doença do Coronavírus.

No entanto, os viajantes com teste negativo para o teste do coronavírus também terão permissão para entrar no Estado da Cidade do Vaticano, disseram as autoridades do Vaticano.

Com base em dados fornecidos pela Organização Mundial de Saúde, o Vaticano relatou um total de 27 casos de infecção COVID-19 e nenhuma morte foi relatada desde o início da pandemia, com base nos números da Reuters.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.