Voo histórico entre os Emirados Árabes Unidos e Israel. O vôo de "paz" entre Tel Aviv e Abu Dhabi foi operado.

Voo histórico entre os Emirados Árabes Unidos e Israel. O vôo de "paz" entre Tel Aviv e Abu Dhabi foi operado.

0 592

Hoje, 31 de agosto de 2020, foi operado o primeiro vôo comercial entre os Emirados Árabes Unidos e Israel. Foi um vôo histórico, também conhecido como o vôo da "paz" que ligava Tel Aviv a Abu Dhabi.

Através deste vôo foram validadas as relações diplomáticas entre os 2 países e o acordo de paz celebrado em 13 de agosto de 2020. Em meados de agosto, Israel e os Emirados Árabes Unidos assinaram um acordo para estabelecer relações diplomáticas após um longo período de conflito. .

Os Emirados Árabes Unidos se tornaram o terceiro estado no Oriente Médio a reconhecer Israel como um estado independente desde seu início em 3. No sábado, os Emirados Árabes Unidos revogaram uma lei que bloqueava Israel desde 1948, e no início deste mês dois países abriram, pela primeira vez, os primeiros serviços de telefone direto.

Outro momento histórico foi o fato da aeronave Boeing 737-900 EL AL, que operava o vôo LY971, ter conseguido cruzar o espaço aéreo da Arábia Saudita. Lembramos que o espaço aéreo saudita é normalmente fechado para aeronaves israelenses.

O voo foi operado pela aeronave Boeing 737-900 4X-EHD EL AL

Voo direto Tel Aviv - Abu Dhabi

Representantes dos Estados Unidos e de Israel estavam a bordo, incluindo o conselheiro-chefe da Casa Branca Jared Kushner (genro de Donalt Trump) e o conselheiro de Segurança Nacional israelense Meir Ben-Shabbat.

Jared Kushner (centro) Membro da delegação
FOTO: REUTERS

O vôo foi operado pela aeronave Boeing 737-900 4X-EHD EL AL, equipada com sistema de defesa antimísseis de alta performance - Direct IR Countermeasures (DIRCM).

Em termos de paz, também está a Palestina no meio, que não aceita as condições de paz impostas pelos Estados Unidos. Saeb Erekat, um alto funcionário palestino, disse no Twitter: "A paz não é uma palavra vazia usada para normalizar o crime e a opressão. A paz é o resultado da justiça. A paz não é feita negando o direito de existência da Palestina e impondo um regime de apartheid. Apartheid é o que Netanyahu chama de "paz por paz".

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.