Brussels Airlines prolonga o período de suspensão de voos até 15 de maio

0 228

Faz um mês desde Pandemia de COVID-19 espalhou-se por todo o mundo. Mais de 1.3 milhão de pessoas foram infectadas, das quais 75000 morreram e pouco mais de 286 foram curadas até agora. Além do drama humano, o COVID-000 conseguiu colocar muitas indústrias no terreno. O turismo está entre os mais afetados.

As companhias aéreas tiveram que suspender rotas, cancelar milhões de voos e Milhares de aviões terrestres. Cenas estranhas em aeroportos ao redor do mundo - aviões estacionados, terminais vazios.

A Brussels Airlines é uma das centenas de companhias aéreas afetadas pela pandemia do novo coronavírus. Inicialmente um voos suspensos entre 21 de março e 19 de abril. Mas agora ele vem com uma atualização e anunciou que estenderá o período de suspensão do voo até 15 de maio de 2020.

Dado que muitas restrições de viagem continuam a ser aplicadas por muitos países, aos quais são acrescentadas as opiniões negativas das autoridades belgas, justifica a decisão da Brussels Airlines.

O desemprego técnico temporário de todos os 4.200 funcionários da Brussels Airlines será prorrogado de acordo com a suspensão temporária de suas operações de voo.

Os clientes afetados se beneficiarão de uma política ampla e flexível, pois podem reagendar seus voos ou optar por um voucher de viagem. Os passageiros afetados têm até 31 de agosto para reagendar suas viagens. Estas podem ser feitas até 30 de abril de 2021. No máximo, quem optar por viajar até 31 de dezembro de 2020, também receberá um desconto de 50 euros. Mais informações no site da Brussels Airlines.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.