Um avião A319 easyJet foi interceptado por um avião militar da Força Aérea Espanhola após uma ameaça de bomba!

0 246

No dia 3 de julho, os passageiros do voo easyJet EZY 8303, na rota Londres Gatwick - Menorca, operado por Airbus A319 registrado G-EZAO, passou por um momento de pânico após uma ameaça de bomba.

Foi necessário ativar o protocolo de emergência quando o alarme foi detetado, ao que parece, numa rede social que correspondia a um grupo de jovens que se deslocavam à ilha em férias.

O avião aterrou às 16h44, com meia hora de atraso, numa zona delimitada da plataforma de Menorca para que a Guarda Civil, que aguardava a sua chegada, pudesse proceder ao controlo de todas as bagagens dos passageiros, bem como a cabine.

Os passageiros do avião desceram um a um depois que os agentes, acompanhados pelos cães especializados em explosivos, verificaram as malas e as mercadorias que estavam guardadas na pista. Os passageiros tiveram que se identificar e mostrar suas malas antes que a Guarda Civil parasse de checar. Após as verificações, verificou-se que tudo era um alarme falso.

De acordo com o mesmo protocolo de segurança, segundo imagens divulgadas por algumas publicações, o avião foi escoltado por um caça F-18 da Força Aérea Espanhola após entrar no espaço aéreo nacional.

A ativação do alarme causou um rebuliço no terminal de Menorca, embora as operações não tenham sido muito alteradas, exceto por outro voo da Ryanair para Londres, que partiu com quase duas horas de atraso, e claro que o mesmo avião da easyJet.

Na noite de domingo, às 19h10, todas as operações foram retomadas no aeroporto de Menorca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.