A Espanha vai reabrir suas fronteiras para turistas vacinados, a partir de 7 de junho

0 1.346

Facilitar a mobilidade segura de viajantes espanhóis na UE - esse é o objetivo "Certificado digital COVID UE" apresentado hoje pelo Presidente do Governo espanhol, Pedro Sánchez, que anunciou que, a partir de 7 de junho, todas as pessoas vacinadas poderão entrar livremente em Espanha, independentemente do país de onde viajem.

“Todas as pessoas vacinadas e suas famílias são bem-vindas na Espanha”, disse ele. De acordo com Sánchez, depois que todos os 27 estados membros da UE concordaram com o certificado digital, ele poderia ser usado já em 1º de julho para facilitar - aqueles que já estão vacinados, que passaram pela doença e aqueles que tiveram resultados negativos de uma PCR teste - para viajar sem restrições na Europa.

O certificado, que também incluirá um código QR, poderá ser utilizado em formato digital ou papel, e será emitido pelo Ministério da Saúde ou pelas Comunidades Autônomas - conforme o caso - será gratuito e refletirá, entre outras informações, quantos doses e quando foram administradas ao viajante.

A Espanha reabrirá suas fronteiras para turistas vacinados a partir de 7 de junho.

Por outro lado, Sánchez informou que o BOE publicará a ordem ministerial que permitirá aos viajantes de países não pertencentes à UE, incluindo Austrália, Nova Zelândia, Cingapura, Israel, Tailândia, Ruanda, China, Reino Unido e Japão, para começar . desde segunda-feira, 24 de maio.

Sánchez disse que a partir de 7 de junho, todos os cidadãos de países onde não existe liberdade de circulação poderão entrar na Espanha - desde que tenham um certificado de vacinação autorizado pela Agência Europeia de Medicamentos ou pela Organização Mundial de Saúde e atestando que o proprietário recebeu ambas as doses.

No que diz respeito aos Estados-Membros da UE, lembrou que os viajantes que entram em território espanhol provenientes de territórios considerados seguros "listados na lista verde" não têm restrições, enquanto - os provenientes de países com elevado risco epidemiológico - só podem entrar em Espanha com PCR negativo resultado do teste.

Sanchez elogiou o andamento da campanha de vacinação e disse que o governo espera recuperar entre 60% e 70% dos turistas estrangeiros a partir de 2019 até o final deste ano. A este respeito, frisou que no verão de 2021 estão previstos mais de oito milhões de turistas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.